Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Jaguadarte
 literatura suíça
 Histórias Possíveis
 Revista Sagarana
 rivista Semicerchio
 Diversos Afins
 Alguma Poesia
 Musibrasil




GARE DES MOTS
 


DUE PONTI/ DUAS PONTES

POESIA ITALIANA CONTEMPORÂNEA

Elisa Biagini nasceu em 1970, em Florença, onde se formou em História da Arte Contemporânea etrabalhou como professora em diferentes universidades. Seus poemas têm sido publicados nas mais importantes revistas literárias italianas e americanas. Biagini morou nos Estados Unidos, onde foi professora também, e escreve em italiano e inglês. Traduziu para o italiano a poesia de Sharon Olds, Lucille Clifton e Alicia Ostriker. O poema foi extraído do livro L’ospite (Torino, Einaudi, 2004). Tradução de Prisca Agustoni.

e-mother

 

sei

nuovamente

il tramite col mondo :

 

se non è l’ombelico

è il cavo ottico

adesso, altra

fibra

che regge i nostri

acidi,

 

le tue parole

colostro contro il buio.

 

 

 

                                   e-mother

 

                                    você é

                                    novamente

                                    o tramite com o mundo :

 

                                    se não é o umbigo

                                    é o cabo ótico

                                    agora, outra

                                    fibra

                                    que sustenta nossos

                                    ácidos,

 

                                    tuas palavras

                                    colostro contra a escuridão

 



Escrito por prisca agustoni às 22h35
[] [envie esta mensagem
] []





DUAS PONTES / DUE PONTI

 

EUSTÁQUIO GORGONE DE OLIVEIRA è nato nello stato del Minas Gerais, in Brasile, nel 1949. Ha preso parte alla plaquette di poesia e movimento artistico ABRE ALAS degli anni ottanta. Ha poesie pubblicate in Brasile e tradotte in inglese, italiano e spagnolo. Il testo qui proposto è un frammento del libro Manuscritos de Pouso Alto, vincitore del Premio Murilo Mendes 2003.

 

durante o dia granizos

caíram em Pouso Alto.

 

amantes (ou partes deles)

foram vistos atrás da igreja

onde nascem bois alados.

 

o sol chega quieto traidor.

 

não deixa transparecer

sombras reservadas.

 

 

            *

 

durante il giorno la grandine

cadde a Pouso Alto.

 

amanti (o parti di essi)

furono avvistati dietro la chiesa

dove nascono buoi alati.

 

il sole giunge calmo traditore.

 

non lascia trasparire

le ombre riservate.

 

           

In : Il corpo dissonante. Viganello : Alla Chiara Fonte, 2008 (traduzione di Prisca Agustoni)

 



Escrito por prisca agustoni às 16h05
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]